Aqui estou mais um dia.

Pôr do sol

Posted in Literatura by Shepones on 20/09/2010

Noto o reflexo de meus próprios olhos em meio ao vapor e neles há uma profundidade que denúncia o cansaço do dia a dia. Ônibus, suor, desrespeito, salário imoral, dependência. Constatar uma rotina banal é tarefa inglória.  É preciso dizer, entretanto, que não se trata de uma visão minuciosa. Pelo contrário: é um reflexo opaco, e exige grande esforço para ser captado.  Os azulejos carcomidos exalam cheiro familiar, com a densidade de uma enchente prestes a mitigar inquietante ansiedade. “Poderia ser pior”. Coragem, resignação, não há espaço para fraquejos e lamentações. Foi um dia como qualquer outro – afinal, à humanidade convém fugir de suas próprias responsabilidades. Desligo o chuveiro, mas a água continua caindo sobre mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: