Aqui estou mais um dia.

Estiagem

Posted in Uncategorized by Shepones on 13/06/2014

Faz uns dias que não chove. Aqui por essas bandas a seca só traz fome, dor e desespero. As árvores ficam secas e os galhos quebram à menor pressão, evocando destruições distantes que forjaram a identidade do nosso povo. Às vezes chega alguém com um balde oxidado trazendo a água de algum vilarejo próximo, nem sempre a água é boa, pode estar contaminada, sim, mas também pode ser propriedade de alguém que não a deseja compartilhar, seja por medo ou prudência. O desconhecido resseca as pessoas, há pouca água pra muita sede e não tem quem se disponha a cavar um buraco pra trazer a água lá de dentro da terra, bem fundo, com a gana de quem procura furar o último poço de petróleo da Arábia. O fato é que a mesma água que alenta os calos, enruga os dedos. Nosso povo não sabe ao certo se quer saciar a própria sede e viver, não: flertamos com a escassez pra dar algum sentido à bonança que nunca chega. Mas um dia, ah, um dia vai chover – e vai chover incessantemente. E nesse dia, nosso povo vai comemorar afogando a cabeça dos nossos inimigos em lagos fartos que em breve voltarão a morrer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: